Latest Entries »

Retomando

Olá pessoal,

Tempo, que tempo? Quanto tempo? Como o tempo passa…

  Mas é bom retornar ao trabalho, nesse último mês já visitei algumas escolas e pude apreciar bons trabalhos em aulas em exposições, o que me deixa muita animada, pretendo continuar postando aqui as experiência bem sucedidas de nossos colegas, então, continuem divulgando o trabalho de vocês, por email, telefone, face book, sinal de fumaça, seja como for, precisamos compartilhar o que fazemos de bom, assim vamos aprendendo uns com os outros e melhorando nossa prática em sala de aula a cada dia.

Final de 2011

Encontro presencial no prédio da Bienal em SP

Primeiro dia de curso- Dança, Movimento e Educação

Olá queridos, estamos encerrando mais um ano letivo e tantas coisas boas aconteceram que merecem ser compartilhadas, ainda que tardiamente, então começo com algumas imagens de cursos e visitas à escolas.

Forte abraço para todos!

Aprender de forma lúdica é sempre muito bom. Que tal agendar com seus alunos, uma aula na sala de informática da sua escola?
A dica poderá ser aproveitada por diversas séries de acordo com indicação nos cadernos do professor e do aluno, segue algumas sugestões:

  • 5ª série Volume 3 p. 32 – Caderno do professor
  • 6ªsérie Volume 3 p. 16 – Caderno do Professor
  • 7ª série Volume 1 p. 9 – Caderno do Aluno
  • 7ª série Volume 2 p. 6 – Caderno do Aluno
  • 8ª série Volume 2 p.25- Caderno do Professor

Acesse o  link abaixo e descubra os instrumentos de uma orquestra.

http://www.fsspx-brasil.com.br/mjcb/downloads/Orquestra_sinfonica.swf

Bom trabalho!

Governo do Estado dobra investimento em Programa cultural para estudantes

Em 2011, o programa Cultura é Currículo receberá verba de R$ 32 milhões,
o que permitirá ampliar o número de alunos beneficiados

Programa leva crianças e adolescentes a instituições culturais, espetáculos
de teatro e dança, além de promover exibição de filmes nas escolas

Só em 2010, mais de dois milhões de estudantes participaram das
atividades na capital, Grande São Paulo e interior

O secretário-adjunto de Estado da Educação, João Cardoso de Palma Filho, anunciou nesta quarta-feira (02/03) o investimento de R$ 32 milhões para o Programa Cultura é Currículo, em 2011. O valor é o dobro da verba destinada no ano passado. A notícia foi divulgada durante evento no Museu Catavento, na região central de São Paulo, que também contou com a presença do presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), José Bernardo Ortiz.

O Programa Cultura é Currículo promove visitas de estudantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio da rede estadual a instituições culturais, espetáculos de teatro e dança, além de organizar exibições de filmes nas escolas. Só no ano passado, mais de dois milhões de alunos da Capital, Grande São Paulo e Interior participaram das atividades propostas.

“O Programa Cultura é Currículo foi elogiado por representantes de professores em reuniões que temos realizado com a rede estadual de ensino. Não faltaram sugestões de ampliação dessa iniciativa”, disse o secretário de Estado da Educação, professor Herman Voorwald.

Para o representante da Pasta, é fundamental que a formação dos estudantes contemple o acesso a atividades culturais de qualidade. “Com o dobro de investimento, vamos estender o benefício a um número maior de alunos”, completa.

Todas as ações do Cultura é Currículo são desenvolvidas com base na grade curricular da rede estadual a fim de aprimorar a aprendizagem dos alunos. O Programa é dividido em três segmentos: Lugares de Aprender – A Escola Sai da Escola, com visitas de alunos e professores a espaços culturais; Escola em Cena, que leva alunos e professores a espetáculos de teatro e dança; Cinema Vai à Escola, voltado para exibições de filmes dentro das unidades. O transporte e a alimentação dos estudantes são custeados pela Secretaria.

Em 2008, quando foi lançado, o Cultura é Currículo contava com 26 instituições parceiras. Em 2010, o número de instituições subiu para 136. Somente no interior, foram acrescidos 20 novos destinos na programação, como o Observatório Didático de Astronomia de Bauru, o Museu de Anatomia da UNESP de Botucatu, o Museu de Paleontologia de Marília e a Casa de Cultura Euclides da Cunha, em São João da Boa Vista. Também foram firmadas parcerias com prefeituras, secretarias municipais e ampliado o convênio com o SESC São Paulo.

Para 2011, estão previstas parcerias com mais dez instituições, somando um total de 146 espaços culturais para serem visitados. As atividades estão marcadas para começar no final de abril.

Lugares de Aprender

O projeto tem como objetivo promover o acesso de professores e alunos da rede pública estadual paulista de ensino a museus, centros, institutos de arte e cultura e a parques, como atividade articulada ao desenvolvimento do currículo. Foi concebido em acordo com a Proposta Curricular do Estado de São Paulo, observando as orientações pedagógicas da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas (CENP).

Para tanto, os professores recebem material de apoio pedagógico, que apresenta uma seqüência de atividades para o ensino de disciplinas curriculares, entre as quais a de visita a uma instituição cultural, centradas em eixos temáticos presentes na proposta curricular das séries e algumas disciplinas.

Os projetos foram definidos para cinco segmentos da escolaridade básica, cada um com seu respectivo eixo temático:

• 1ª e 2ª séries do Ensino Fundamental – Os seres vivos diante das estrelas

• 3ª e 4ª séries do Ensino Fundamental – Heranças Culturais

• 5ª e 6ª séries do Ensino Fundamental – Espaços, Tempos e Obras

• 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental – Patrimônio, Expressões e Produções

• 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio – Séculos, Contextos e Transformações

Escola em Cena

O projeto possibilita professores e alunos o acesso a produções de teatro e dança e orienta as escolas para que essas atividades culturais sejam articuladas no desenvolvimento do currículo. Os docentes recebem material pedagógico com sugestões de projetos didáticos a serem desenvolvidos em sala de aula.

O Escola em Cena também prevê o desenvolvimento de atividades como a apresentação de jogos teatrais, improvisações, peças, seqüências coreográficas e a produção e divulgação de textos dramáticos, estudos sobre manifestações dessas artes, críticas de espetáculos, entre outros materiais produzidos por alunos e professores.

Cinema Vai à Escola

O projeto tem como proposta o uso da linguagem cinematográfica na educação. Para isso, todas as escolas de Ensino Médio da rede recebem anualmente um conjunto de filmes de diferentes categorias e gêneros, em DVD, acompanhado de materiais de apoio à prática pedagógica. Com esse acervo, os estudantes têm acesso a produções cinematográficas que contribuem para a formação crítica e reflexiva do jovem, a ampliação do seu repertório cultural, o desenvolvimento da sua competência leitora e o diálogo entre o currículo escolar e as questões socioculturais mais amplas.

fonte: http://www.educacao.sp.gov.br/

Olá pessoal, uma dica de leitura para vocês. A revista Nova Escola trouxe uma matéria sobre o ensino de música na sala de aula, da educação infantil ao Ensino Médio, confiram o vídeo Composição musical na aula de Arte:

 

<embed src=”http:revistaescola.abril.com.br/player-flash/mediaplayer.swf”

link da revista:  http://revistaescola.abril.com.br/arte/musica

Suportes alternativos

Papel, parede, tecido, madeira, tela, corpo, se continuarmos a citar possíveis suportes nos faltará espaço, afinal são muitas possibilidades. No vídeo temos uma sugestão simples de trabalho com jornal que resultou numa exposição incrível!

Confiram o vídeo:

Lato Sensu – Fundamentos da Cultura e das Artes

O Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista oferece a 8ª Edição do Curso de Pós- Graduação Lato Sensu “Fundamentos da cultura e das artes”, com a finalidade de promover a reciclagem, o aprimoramento e a formação de profissionais, docentes e pesquisadores na área de Humanidades e Artes. O curso dirige-se a diplomados em cursos superiores, assim como a profissionais que atuem nas áreas de humanidades (história, sociologia, literatura etc) e de artes (educação artística, bacharelado em artes plásticas etc); que atuem no ensino fundamental, médio e superior, em coordenação e em administração escolar. Dirige-se igualmente àqueles que, por motivos diversos, buscam um aperfeiçoamento cultural ou que se dedicam ao fazer artístico com ou sem vínculo com o mercado de artes.

O Curso “FUNDAMENTOS DA CULTURA E DAS ARTES”, de 2000 a 2010, completada a sua sétima edição, teve bons resultados, considerando o conteúdo das discussões críticas travadas em todas as disciplinas em sala de aula, os trabalhos escritos e monografias produzidos pelos alunos, o intercâmbio cultural entre professores e discentes de diferentes áreas de conhecimentos com afinidades com a arte, a cultura e a educação.

Prof. Dr. José Leonardo do Nascimento
Coordenador

Prof. Dr. Milton T. Sogabe
Vice-Coordenador

Processo Seletivo

Inscrições abertas: de 07/02 a 05/03/2011

Horário: de segunda a sexta-feira, das 9 às 12hs e das 13 às 17h; aos sábados das 10 às 16h (almoço das 12h às 13hs).

LOCAL: Instituto de Artes da UNESP à Rua Bento Teobaldo Ferraz, 271 – Barra Funda/SP (em frente ao Terminal Rodoviário) – Departamento de Artes Plásticas – Sala 316 – A/C Olga

Informações pelo telefone 3393.8678 ou nos e-mails: olga@ia.unesp.br e/ou svitor@ia.unesp.br

Seleção

09 e 10 de março – análise de currículo, relacionando curso de graduação, especialização, atividades culturais e artísticas, e os comprovantes respectivos.

Publicação do resultado: 11 de março de 2011

Documentos para Inscrição

  • Ficha de inscrição (disponível no site);
  • Cópia do diploma de graduação e respectivo histórico escolar;
  • Currículo vitae;
  • Cópia da cédula de identidade ou documento equivalente;
  • Cópia do CPF;
  • Taxa de inscrição: O pagamento da taxa de inscrição será feito através de boleto bancário, que será enviado por email ao candidato após o recebimento dos documentos para inscrição, no valor de R$225,00 (valor integral). Professores da rede pública de ensino e ex-alunos da UNESP terão direito a 20% de desconto (mediante comprovação), e portanto estarão pagando R$ 180,00

  • Taxas e mensalidades
  • Inscrição: conforme explicado no item acima
  • Taxas de Rematrículas 2º e 3º semestres (no início do semestre): R$225,00 (valor integral) cada uma. Obs.: não é cobrada taxa de matrícula no 1º semestre.
  • 12 parcelas de R$450,00.

Professores da rede pública de ensino e ex-alunos da UNESP terão direito a 20% de desconto sobre os valores acima, na inscrição, rematrículas e mensalidades, mediante comprovação (holerith).

Número de Vagas: 60

Início das Aulas

12 de março de 2011

Horário

aos sábados, das 08 às 12 e das 13 às 17 horas

Obs: O funcionamento do curso fica condicionado à inscrição de pelo menos 45 alunos.

Disciplina / Docente

Estética e história da arte I
Prof. Dr. José Leonardo do Nascimento
Livre-docente pela UNESP

A cultura brasileira: trajetórias, aproximações e momentos decisivos (1870-1968)
Prof. Dr. Francisco Cabral Alambert Jr
Doutor em história da cultura pela USP

Educação estética
Profa. Dra. Luiza Helena da Silva Christov
Doutora em psicologia da educação pela PUC

Cerâmica, criatividade e panorama histórico
Profa. Dra. Geralda M. F. S. Dalglish
Doutora em artes pela USP

Estética e história da arte II
Profa. Dra. Rosangela da Silva Leote
Doutora em Rádio e Televisão pela USP

Teatro brasileiro no século XX
Prof. Dr. Alexandre Luiz Mate
Doutor em História  pela USP

Poéticas visuais e novos meios
Prof. Dr. Milton Terumitsu Sogabe
Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC

Objeto estético tridimensional contemporâneo: práxis e linguagem
Prof. Dr. Agnus Valente
Doutor em Artes pela USP

História funcional da música no Brasil: século XX
Profa. Dra. Maria Aparecida Bento
Doutora em comunicações e Artes pela USP

Desenvolvimento do projeto artístico/visualidade
Prof. Dr. Alcindo Moreira Filho
Livre-docente pela UNESP

A educação brasileira numa perspectiva histórica
Prof. Dr. João Cardoso Palma Filho
Professor Titular pela UNESP

O objeto como alegoria neobarroca
Prof. Dr. Sérgio Mauro Romagnolo
Doutor em Artes pela USP

Informações Gerais

A inscrição poderá ser realizada por um representante, desde que acompanhada de toda documentação e procuração (simples) assinada pelo candidato.

O curso tem doze módulos de 32 horas, cada um sob a responsabilidade de um professor. As aulas serão ministradas aos sábados em oito horas diárias, divididas em duas disciplinas, uma de manhã, outra de tarde. No semestre, serão ministradas quatro disciplinas; em três semestres, doze, num total de 384 horas/aula.

Informações no site: www.ia.unesp.br – Pós-graduação – Lato Sensu – Fundamentos da Cultura e das Artes.

Puxa! Já estamos em Fevereiro de 2011, o tempo com certeza voa, mas o importante é nos lembrarmos de manter uma rotina organizada e sempre distribuindo muito bem nossas valiosas horas do dia.

Nosso ano letivo começa com a chegada de novos materiais para apoiar a prática da sala de aula, dentre alguns materiais que chegaram às escolas destaco o vídeo de Ivaldo Bertazzo ‘ SAMWAAD rua do encontro, que muito ansiavam receber desde início dos trabalhos com o novo Currículo Oficial do Estado de São Paulo, enfim chegou.  Aproveitem!

Arte e tecnologia

Deixe aqui sua colaboração referente à leitura do capítulo 13 do livro “Questões de Arte” com o título Arte e tecnologia.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.